who gives a f*ck?!

z01© google

caríssima(o),

antes de tudo, afirmar que foi um gosto enorme (re)ver alguns de vós no programa 90 minutos à Porto da passada Sexta-feira, dia 27 de Fevereiro do Ano da Graça de 2015 (vídeo aqui).
esperam-se mais tertúlias como aquela, onde 60 minutos passaram demasiado rápido, dada a temática, o fervor clubista dos convidados e o Amor comum que nos une.

já agora, também quero parabenizar Bernardino Barros pela estrondosa entrevista ao nosso eterno capitão, igualmente no Porto Canal, na sua nova rubrica entrevistas de carreira.
se é certo que nem tudo são rosas no plano comunicacional do Clube, com muitos espinhos por podar, também é legítimo afirmar-se que há algumas pétalas cuja beleza convém cuidar e/ou perpetuar.

ainda no plano comunicacional, o Canal Plus espanhol «descobriu» o Museu do FC Porto, onde se incluem declarações do nosso querido líder (vídeo aqui). parece que Espanha está a redescobrir Portugal, infelizmente nem só pelos melhores motivos, como o demonstra este artigo do periódico as aqui, num trabalho jornalístico que deveria competir, antes de tudo, ao jornalixo tuga. mas como os protagonistas estão sediados na Segunda Circular, é sempre mais conveniente esse silêncio conivente…

já agora, a propósito do quotidiano lampiónico, eis umas curiosas declarações:

O árbitro não tem influência na amostragem dos cartões, que foram bem dados. O árbitro não teve influência no que aconteceu. As equipas por vezes agarram-se a estas coisas, mas só tenho pena que a Académica tenha marcado um golo em fora de jogo. Mas aí não foi culpa do árbitro, foi do bandeirinha. 


a sua autoria pertence ao actual presidente do FC Arouca, Carlos Pinho, ao que consta, portista convicto. só que não é tal o que está em causa, antes a minha estupefacção pela primeira vez ouvir um presidente de um clube profissional de futebol reconhecer que está tudo muito bem, sim senhor! depois de, na jornada anterior, o árbitro da partida (curiosamente o mesmo que foi designado para o próximo embate dos dragões, em Braga…) ter tido essa pontaria bestial de conseguir amarelar os três jogadores à bica para verem o quinto amarelo…
ele há coisa que sinceramente… e, claro!, é óbvio que não é nenhuma coincidência o 5lb visitar aquela terra duriense. aliás, fosse o FC Porto o próximo adversário do Arouca e o mesmíssimo presidente teria a mesma cordata e civilizada postura…

 

derby© henricartoon

por último, prosseguem as diatribes do “circo Cardinal”, com mais um episódio a somar a uma longa novela sem fim – no sentido em que, fosse outro clube o envolvido, numa geografia mais nortenha, e estou convicto de que nem nas distritais jogaria. como tudo se passa com o «impoluto» spórtém, também está tudo muito bem, sim senhor!.
porque temo que aconteça o mesmo que à celebérrima escuta do Dumbo de Carnide a escolher árbitros como qualquer um de nós naquela indecisão matinal de qual camisa vestir, reproduzo o teor da notícia em causa, na íntegra:

Paulo Pereira Cristóvão e líder da Juve Leo detidos pela PJ

Ex-inspector da PJ e antigo dirigente do Sporting estará envolvido numa rede que assaltava casas e terá roubado várias centenas de milhares de euros.
por: MARIANA OLIVEIRA 03/03/2015 – 11:40 (actualizado às 21:03).


O ex-inspector da Polícia Judiciária (PJ) e antigo vice-presidente do spórtém, Paulo Pereira Cristóvão, foi detido, esta Terça-feira, dia 03 de Março de 2015, por elementos da Unidade Nacional de Contra Terrorismo (UNCT) daquela polícia, por suspeitas de envolvimento numa rede que se dedicava ao assalto de residências. O grupo terá roubado perto de uma dezena de habitações, causando prejuízos que, somados, atingem várias centenas de milhares de euros.
A operação desta Terça-feira resultou na detenção de três pessoas, incluindo um dos líderes da Juve Leo, que, tal como Pereira Cristóvão, será responsável pela sinalização de potenciais vítimas dos roubos.

Tudo era minuciosamente planeado, com os alvos a serem escolhidos por terem objectos de valor em casa. Alguns eram conhecidos de elementos do grupo que, para afastarem a possibilidade de serem reconhecidos, não iam para o terreno nesse assalto. Era, aliás, habitual os suspeitos alternarem a sua presença nos roubos.

Nem Pereira Cristóvão – que foi vice-presidente do spórtém no mandato de Godinho Lopes, após ter sido candidato a presidente do clube – nem os outros dois homens detidos esta Terça-feira (com idades entre os 37 e os 49 anos) terão tido intervenção directa nos assaltos. Os três arguidos serão ouvidos já amanhã, Quarta-feira, à tarde, no Tribunal Central de Instrução Criminal, pelo juiz Carlos Alexandre, que aplicará as respectivas medidas de coacção.

Este grupo, que integrará três agentes da PSP, actuava de uma forma peculiar já que mascarava os seus assaltos de buscas policiais. Falsificariam mandados e, por vezes, os assaltantes apresentar-se-iam fardados para credibilizar as falsas operações:
«Os agora detidos, juntamente com outros doze suspeitos, (…) integravam uma organização criminosa dedicada ao roubo no interior de residências, que simulavam tratar-se de verdadeiras acções policiais para cumprimento de buscas domiciliárias judicialmente ordenadas», escreve a PJ num comunicado.

Esta é a segunda operação da UNCT no âmbito desta investigação, dirigida pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal, a estrutura do Ministério Público dedicada à criminalidade violenta e altamente organizada.
A primeira teve lugar em Julho do ano passado e levou à detenção de 12 pessoas – onze homens e uma mulher, com idades entre os 31 e os 43 anos – presumíveis autores da prática dos crimes de associação criminosa, sequestro, roubo qualificado, usurpação de funções, abuso de poderes e detenção de armas proibidas. Entre eles estão os três agentes da PSP, que ficaram em prisão preventiva com mais cinco elementos do grupo.

Os crimes investigados ocorreram nos distritos de Lisboa e Setúbal, tendo em alguns dos casos sido utilizada a violência e coacção para que as vítimas fornecessem informação sobre os locais onde se encontravam escondidas quantias monetárias e objectos com elevado valor.
Na operação desta Terça-feira foram cumpridas oito buscas domiciliárias e não domiciliárias, sublinhando a UNCT que foram «apreendidos relevantes elementos de prova». O mesmo ocorrera na primeira operação onde foram realizadas 28 buscas.

O líder da Juve Leo detido é conhecido na claque calimera como “Mustafá” e já foi suspeito noutros processos judiciais, tendo estado detido no Estabelecimento Prisional do Linhó, em Sintra.
Isso mesmo é referido num vídeo dedicado a si, publicado há menos de um mês no Facebook e no Youtube. A acompanhar as imagens uma música onde se repete que “a minha vida é o spórtém”, que é referido ainda como vício, paixão e família. A letra diz ainda, num tom elogioso, que “Mustafá é fanático pelo que faz” e “já deu sangue pelo spórtém”. “Há 20 anos que dedica o seu amor à Juve Leo”, resume a música.

.

só por curiosidade, estes são os sete crimes indiciados a Paulo Pereira Cristóvão, no âmbito do processo Cardinal circus“:

(re)afirmo:

por muito menos desceu o Boavista de divisão!


disse!

Anúncios

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s