not@as soltas (e atrasadas) de um jogo (in)feliz…

reserBado© Tomo III
I

1)
.

ontem, fui à bola. já não o fazia desde Janeiro, a propósito do encontro ante a Académica, para a ex-taça da bjeKa“®.
e, tal como naquela partida e inversamente proporcional em termos de exibição, o que foi mesmo
 muito bom, foi aquele salutar conBíBio pré-match com a Ana Neves, o João Santos, o dragão Vila Poucao Jorge Vassalo e a sua Marianinha, e o Nuno.
tal como em Janeiro, é para repetir obviamente. 

.

2)

.

enquanto adepto profissional de tão-somente (por vezes, bem menos do que desejaria…) alapar o cu na (literal e integralmente) minha cadeira de sonho, nas bancadas do nosso teatro de sonhos azuis-e-brancos e/ou no conforto do sofá lá de casa, afirmo que foi uma partida muito má e muito mal disputada, de parte a parte  independentemente da condicionante importante que foi a arbitragem (de “encomenda”?) de jorge tavares (já lá vamos).
depois da exibição de gala da passada Terça-feira, não estava à espera de um jogo com elevada nota artística, sequer de muita frescura física. mas, no cômputo geral, não gostei.
o que me deixa tranquilo é perceber que, a jogar contra dez cerca de noventa minutos (mais os descontos), com as exigências dessa circunstância e numa fase tão adiantada da época, a resposta da Equipa, em termos físicos, foi excelente no sentido em que não houve jogadores a queixarem-se de dolorosas cãibras, por exemplo. de facto, está de parabéns! o preparador físico Juan Carlos Martínez.

e

3)
.

o lance que origina o contra-ataque do Arouca e dita a expulsão de Fabiano (em nova e extemporânea saída da sua área de jurisdição), no meu entendimento, deve ser (re)visto até à exaustão pela Equipa. trata-se de uma desatenção (grave) que não se admite a este níBel profissional.
mais: a forma (ridícula) como caímos naquele fora-de-jogo assinalado aos 29′, depois daquela cenice com um lançamento de linha lateral que acabou em falta, é digno de uma partida de solteiros contra casados, não de um jogo onde estejamos envolvidos.
.
refiro estes dois lances pois que são (foram, de facto) suficientes para enervar (também) alguma da nossa massa assoBiativa, a qual se fez manifestar aquando do segundo. e o que não se deseja, de todo!, é um regresso a um Passado recente onde se duvidou de tudo e de todos.

.

4)
.

o infortúnio de Fabiano proporcionou um interessante carma: o regresso de Helton, em partidas para o Campeonato Nacional, (quase) um ano depois da grave lesão sofrida no tendão de Aquiles.
o júbilo do público no Dragão, no momento em causa, foi um garante de energia suplementar para o Capitão. e ainda bem, que ele faz por o merecer.

l

5)
.

Óliver regressou ao meio-campo portista, com a bitola habitual, pese embora o seu (compreensível) défice físico. o que já não consegui compreender foi a ausência de Evandro num jogo em que Herrera esteve muito aquém do exigível, sobretudo na primeira parte e quando, a jogar no meio-campo e mesmo sabendo que Casemiro estava a cumprir só funções defensivas, a ‘chichinha‘ como que desacelerava nos pés do mexicano (quando o que se pedia era velocidade nos movimentos).
por outro lado, não deixa de ser um orgulho enorme para qualquer um de nós, portistas dos quatro costados, perceber que, quando as coisas estão menos bem no meio-campo, a responsabilidade dessa inversão recai num puto com dezoito anitos feitos há muito pouco tempo  sem dúvida, um feito que o jornalixo tuga conscientemente opta por ocultar e fraudulentamente omitir aos demais.

l

6)
.

sobre a arbitragem de um tal de jorge tavares:

tribjogoz© pasquim do ‘Quim Oliveirinha
(clicar na imagem para ampliar)
)

tribolha© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa
(clicar na imagem para ampliar)al

m
mais uma arbitragem vergonhosa. mais uma incompreensão nos critérios adoptados. mais uma encomenda. mais uma vitória contra (pelo menos) catorze adversários. e mais um inchaço na cabeça dos do costume, que contavam com uma distância que não se confirmou como se pode depreender por esta crónica do sinhôre carlos-com-apelido-de-substantivo-colectivo-para-o-que-ele-é (aqui).

l

7)
.

adorei a subliminar resposta de Julen Lopetegui (aqui) a mais uma torpe provocação do gabirú gabriel (aqui).
lastimo é que, no Presente, Lopetegui seja a única voz do desconforto portista.

l

8)
.

a edição impressa do pasquim da Travessa da Queimada desta Segunda-feira é um fartar, vilanagem.
começa por (mais) uma capa (aqui) sui generis, onde se faz alarde de uma «classe económica».
esta suposição é desenvolvida por um abnegado pé-de-microfone, de seu nome hugo forte (aqui). no seu artigo de opinião (aqui), o fortezinho do huguinho faz fraco argumento, no sentido em que (deliberada e «gloriosamente») omite que o 5lb também tem no seu curriculum 5 jogos em que venceu pela margem mínima tantos quantos os dos rivais mencionados no artigozinho. a saber: boavista vs. 5lb, estoril vs. 5lb, 5lb vs. rio ave, nacional vs. 5lb, 5lb vs. gil vicente.
.
mais: o FC Porto, no presente campeonato do andor e do colo-colinho, não goza desse “estatuto” de, à data e hora, em 14 jogos num total de 25 jornadas, jogar contra um adversário reduzido a 10 elementos..
.

l

9)
.

ouvir e/ou ler lampiões (mesmo que de serviço) invocarem a ausência de Kayembé da partida de ontem como justificação para uma prestação menos conseguida do FC Arouca, só dá para rir a bom rir.
mais grave foi o affaire‘ Deyverson & Rosa, ao qual se acrescentará, com muita certeza e segurança, o de Pelé e Dalcio; em «ambos os dois», o silêncio impera, tal e qual como a vergonha para todos os envolvidos nesses atropelos à verdade desportiva (que é um exclusivo só de alguns, claro!).

.

10)
.

instestinodz© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa
(clicar na imagem para ampliar)
)

[ sem comentários. esses, a haver, deixo-os para ti. ]

.

disse!

.

Anúncios

17 thoughts on “not@as soltas (e atrasadas) de um jogo (in)feliz…

  1. Para não conspurcar este blog que tanto estimo, vou-me abster de tecer considerandos sobre esse anormal que tem o intestino no lugar do cérebro .

    Fabiano, em quem depositei todas as minhas fichas tem vindo a demonstrar que estava errado e agora… Andrés Fernandez onde andas? É que 1,6 milhões ainda são uns trocos!!!

    Abr@ço!!!

    Gostar

  2. Olá Miguel,
    Pá, vê lá tu bem que estou muito satisfeito com o Zé Manel esta semana. Primeiro porque ao escrever “lisongeira” em vez de “lisonjeira” evidencia duas coisas de que eu desconfiava:
    1. Ele escreve tão bem como defendia.
    2. O jornaleco que o emprega vai de mal a pior, agora até erros ortográficos passam, tá bonito!

    Depois, porque fala bem do JJ e mal do JL. Isso agrada-me! Quando malta do calibre do Zé Manel começa a falar bem dos meus…fico preocupado.

    A seguir, porque gosto da ironia de um gordo daqueles chamar caixa de ressonância a um tipo magrito como o espanhol.

    Por fim, aprecio o estilo Octávio Ressabi(Mach)ado. Sempre adorável o bom velho “vocês sabem do que é que eu estou a falar”.

    Abraço.

    Gostar

  3. Viva Miguel,

    Mais não seria exigível. Acho que a equipa portista se exibiu bem dentro dos condicionalismos provocados pela conjuntura (jogos exigentes e árbitro). De notar que a expulsão exagerada (Lopetegui) do Fabiano teve o condão de enervar a equipa.
    Estou mais de acordo com o Lopetegui quando elogia o fantástico esforço realizado pela equipa do FC Porto, ainda por cima, depois de ter disputado um jogo muito exigente na Champions.
    Relativamente aos comentários dos “labregos” vermelhos, há que situá-los na esfera do fanatismo vermelho.

    Abr@ço,
    A.M.

    PS – Olá Jorge Vassalo, o dragaoatento tem sentido a falta dos teus preciosos comentários

    Gostar

  4. Viva Miguel,

    Mais não seria exigível. Acho que a equipa portista se exibiu bem dentro dos condicionalismos provocados pela conjuntura (jogos exigentes e árbitro). De notar que a expulsão exagerada (Lopetegui) do Fabiano teve o condão de enervar a equipa.
    Estou mais de acordo com o Lopetegui quando elogia o fantástico esforço realizado pela equipa do FC Porto, ainda por cima, depois de ter disputado um jogo muito exigente na Champions.
    Relativamente aos comentários dos “labregos” vermelhos, há que situá-los na esfera do fanatismo vermelho.

    Abr@ço,
    A.M.

    PS – Olá Jorge Vassalo, o dragaoatento tem sentido a falta dos teus preciosos comentários

    Gostar

  5. parece que há dificuldades técnicas em comentar no ‘Tomo III’ e às quais sou alheio.
    já reportei as ditas a quem de direito, pelo que, no momento, aguardo uma resposta (se possível e bastante desejável) com a indicação da sua solução.
    enquanto tal não acontece, desde já te peço as minhas sinceras desculpas pelo sucedido e por quaisquer (eventuais) transtornos causados.

    Miguel | Tomo III

    entretanto, o Armando Monteiro, administrador do “dragão atento“, pediu-me para publicar o seguinte comentário:

    «
    Viva Miguel,

    Mais não seria exigível. Acho que a equipa portista se exibiu bem dentro dos condicionalismos provocados pela conjuntura (jogos exigentes e árbitro). De notar que a expulsão exagerada (Lopetegui) do Fabiano teve o condão de enervar a equipa.
    Estou mais de acordo com o Lopetegui quando elogia o fantástico esforço realizado pela equipa do FC Porto, ainda por cima, depois de ter disputado um jogo muito exigente na Champions.
    Relativamente aos comentários dos “labregos” vermelhos, há que situá-los na esfera do fanatismo vermelho.

    Abr@ço,
    A.M.

    PS – Olá Jorge Vassalo, o dragaoatento tem sentido a falta dos teus preciosos comentários
    »

    Gostar

  6. Estou com o Vassalo, tirando a análise ao jogo – então o Herrera não jogou bem na primeira-parte e com a passagem dele para a direita da defesa foi notória a perda do meio-campo? -, subscrevo. Aproveitando o comentário do Paulo Silva, tenho a dizer que a partir de agora vou começar a acrescentar ao freteiro com calo no cu como o macaco, Delgado, o, também conhecido pelo lisonjeiro com G.

    Agora vamos lá aver se isto entra…

    Abraço

    Gostar

    1. A língua anda quase sempre pelas ruas da amargura nas penas e bocas desta gentinha. Deve ser do tempo que passam a lamber os rabos uns dos outros… E já agora, Paulo mas Silva, como na respetiva Tasca, não fosse haver alguma dúvida 🙂
      http://atascadosilva.blogspot.pt
      Um tipo perde-se com tanto registo.
      Abraços.

      Gostar

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s