da outra «nota artística», igualmente «pragmática»…

BELENENSES BENFICA© google | Tomo III

.

« Eficácia? É para as vezes em que somos perdulários. O Futebol é isto… Hoje fomos, em termos ofensivos, eficazes a 100%, para além de termos sido pragmáticos durante todo o jogo. Também não era possível nota artística, porque era um campo “muito duro”. »
.

caríssima(o),

aquelas declarações foram proferidas pelo «catedrático» da chicla, ontem, depois de ter levado de vencida um Belém fraquinho, fraquinho, e desprovido de algumas das suas peças nucleares pelas razões sobejamente conhecidas.
acontece, porém, que a «eficácia» do «pragmatismo» em causa, mais uma vez e como tem sido habitualmente um inusitado hábito neste campeonato do «glorioso» andor, teve intervenção da outra” «nota artística», que também participa no espectáculo e que, amiúde, aparece em socorro da agremiação de Carnide quando esta enfrenta «duros» obstáculos. refiro-me obviamente ao #colinho.
atente-se bem:
.

bolha_lamps© pasquim da Travessa da Queimada
(clicar na imagem para ampliar)
.

tribunal_lamps© pasquim do ‘Quim Oliveirinha
(clicar na imagem para ampliar)
.

bem sei que a famigerada «onda vermelha» está em ascensão e não sei mais o quê; mas, convenhamos: dá um jeitaço do caraças ter estes amiguinhos do apito sempre por perto, quando o aperto é muito e, mesmo jogando só uma vez por semana há mais de três meses, a «nota artística» não aparece.
apenas me vou referir o lance em que intervém luís grande aqui em jogada corrida, aqui em repetição). viste a posição do árbitro? estava bem colocado, certo? então como foi possível não ter visto o cacete e/ou molho e/ou pau que «gloriosamente» distribuiu no jogador do Belém?! não percebo… ou, melhor: percebo, mas não aceito!

e o que dizer do lance do primeiro golo do Carnide  aqui em jogada corrida, aqui em repetição)?
«apenas e só», e com toda a legitimidade, pergunto o que já não se teria dito e/ou escrito e/ou comentado, se tivesse ocorrido com um jogador “apalavrado” para a próxima época, num clube mais a Norte da Segunda Circular…
.
e quem considerar que tal aconteceu só em Belém, engana-se.
já no nosso teatro de sonhos azuis-e-brancos, para lá da torpe provocação em se nomear o apitador roubar-te gomes, mais do mesmo: uma grande penalidade por assinalar e uma expulsão perdoada ao adversário. a comprovar já a seguir:
.

tribunal_fcp© pasquim do ‘Quim Oliveirinha
(clicar na imagem para ampliar)
.
bolha_fcp© pasquim da Travessa da Queimada
(clicar na imagem para ampliar)
.

a nota atribuída ao apitador de serviço, por parte do sabujo da Travessa, da Queimada não deixa de ser assaz curiosa…
e, por falar no sabujo aze(ve)do: aqui tens a prova de como, «só neste país», se empregam «parolos» badamecos no jornalixo tuga. «parolos» badamecos, sim!, plural. descobre aqui.
.

poderia ficar por aqui, mas (in)felizmente há mais…
para lá do ridículo desta notícia, publicada no espesso de ontem, Sábado (aqui), pois parece que não aprenderam nada com o minuto ’92, ele há coisas igualmente incompreensíveis para mim.
ontem, no antro das modalidades do Carnide, perdemos a hipótese de conquistar novo título de campeão nacional de hóquei em patins (notícia aqui). e apelido o que muitos julgam ser um pavilhão de a-n-t-r-o das modalidades do Carnide pois ainda tenho bem presente a abjeta carga policial no Dragãozinho, devido a um badameco que instigou o público, com esse momento sublime de ter apontado para o sítio onde (provavelmente) gosta de levar com o cacete.
acontece que houve muito para se contar, nomeadamente uma (nada inocente) invasão da área do banco portista, a qual provocou a interrupção da partida por cerca de dez minutos
mais: como são permitidos petardos e fumos num pavilhão, num recinto fechado (reportado inclusive aqui)?! e ninguém responsável fez/faz nada?! rigorosamente n-a-d-a?! não compreendo. nem aceito!
.

.
disse!
.

Anúncios

2 thoughts on “da outra «nota artística», igualmente «pragmática»…

  1. Hoje a segunda modalidade do momento é o hóquei…até ao momento em que o FCP for jogar a Liga Europeia (penso que será assim a designação da mesma). Aí passará a ser o basquetebol ou o voleibol, porque como se sabe no andebol limpámos o chão do antro com a equipa deles.

    Gostar

  2. Viva Miguel!

    Este país desportivo é uma tristeza devido a adeptos e imprensa lisboeta, fanática afecta aos lampeões/benfas …
    Como se pode ver por aquilo que descreves a consciência e sentido de isenção é muito elástica, uma falácia, para os lados de Carnide…
    Ontem mais uma vez levamos com o “roubarte” gomes a apitar no Dragão…

    Duarte Gomes o manifesto anti-portista

    19/04/2015 – Duarte Gomes sempre que apita jogos do FC Porto não consegue ser isento devido aos seus preconceitos anti-portistas, e, adoptar o mesmo critério disciplinar para as duas equipas em confronto!

    Ontem mais uma vez chegou a ser escandaloso o seu critério na avaliação das faltas. Inventou faltas contra o FC Porto que só existiram na sua cabeça (Duarte Gomes), e exibiu excesso de zelo, rigorosíssimo, sempre que decidiu sancionar os Dragões, mas demasiado, excessivamente permissivo quando se tornava necessário proibir o jogo faltoso dos estudantes, que chegaram a ver alguns cartões amarelos mas só depois de se excederem, insistirem, exorbitarem no jogo faltoso.
    De certeza que a semana passada na Luz a Académica não beneficiou dum juiz do apito tão benevolente e compreensivo, porque se tivesse acontecido, o resultado teria sido outro, muito mais penalizador para os benfiquistas…

    Abraço,
    A.M.

    Gostar

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s