do «todo-poderoso» jorge judas [‘brasão abençoado’ incluído…]

capamaio© pravda
(clicar na imagem para ampliar)
.

caríssima(o),

o Karma é mesmo tramado… e com F bem maiúsculo.
explico.

talvez seja defeito meu, mas ele há coisas que a (minha) memória não esquece, antes regista-as e guarda-as para Futuro, não vão elas poder vir a ser necessárias, sabe-se lá quando. e onde. e em que contexto(s).
as capas constantes na imagem acima, do pravda da Travessa da Queimada, disso são exemplo, sobretudo a de uma célebre entrevista ao «catedrático» (aqui), estávamos em Maio de 2012. nela, a páginas 03,  e depois de alguma insistência por parte do pé-de-microfone paralvas em perceber (atacando) se sempre teve algum acordo com o FC Porto, desassombradamente afirmou o chiclas, naquele seu tom humilde, tão característico, que «quem alcança o topo não pode ambicionar a descer [sic] ».

«quem alcança o topo»… o «topo», portanto… nesse sentido de parte mais alta de uma categoria superior, e/ou de grau mais elevado que se pode alcançar, por exemplo, na carreira de treinador de futebol, certo? correcto e afirmativo…
ou seja e a ver se entendi bem: na sua catedrática opinião, em Maio de 2012, em Portugal, para o chiclas, acima do 5lb andor, ninguém! é assim, não é? não estou errado, sequer equivocado, pois não? ok!
note-se que se trata da mesmíssima agremiação por quem afirmou nutrir «uma enorme paixão», estávamos em Maio de 2014 (há pouco mais de um ano atrás).

mas e, como em tudo nesta Vida, h(aver)á sempre um malfadado mas, doze meses, eis que o «catedrático» resolve mudar de vida. que é como quem diz, de ares. que é como quem afirma, ganhar mais carcanhol, que aquela mesma vida está difícil e a Crise toca a todos…
só que a viagem que resolveu enveredar foi extremamente curtinha. para não se cansar muito e porque
não fala estrangeiro ( mal se desenrasca com o Português), optou por atravessar a Segunda Circular e aceitar o milhionário convite dos angolanos do spórtém.
o resto, bem… o resto «são ‘peaners», como disse o outro, curiosamente o mesmo do «graites bayles». e do «sámión». e do «tótán». e do «unáite».

agora num registo (bem) mais (a) sério.
ao contrário do que já pude ler nalguns dos meus locais de referência e nas suas caixas de comentários, desse maravilhoso mundo que é a bluegosfera“®, tenho, para mim, que os ânimos que esta dança de cadeiras está a proporcionar, terão que ser muito bem geridos por todas(os) nós.
estou convicto de que, com os factos trazidos à colação, em toda esta novela, tal não significa(rá) que estejamos na presença de uma mudança má e que nos vá prejudicar seja no que for, assim como não deveremos entrar numa euforia desmedida só porque o chiclas resolveu experimentar o verde que, como se sabe e à data e hora destas linhas, não possui o mesmo grau de #colinho que os lampiões dos seus vizinhos, e por muito que o sinhôre pereira se esforce por afirmar o contrário, e de que os árbitros até estiveram ao seu «melhor níBel»
aliás, eu não duvido que estiveram, sobretudo até ao final da primeira volta do último campeonato. então aquele primeiro terço… e, não!, ainda não esqueci! nem esquecerei! este último campeonato foi perdido, não só porque não estivemos bem, não fomos competentes nem regulares, e claudicámos em momentos-chave, mas também porque houve um «glorioso» #colinho que amparou, nas alturas próprias, quem se sentia (muito, demasiado) inseguro. adiante.

em suma e para não ser muito fastidioso:

» faço votos para que consigamos fazer o nosso trabalho, que é o que realmente interessa nesta história toda, com muitas estórias à mistura.
e tal passa (sobretudo) por sermos competentes, preocupando-nos «apenas e só» «com o que podemos controlar», para parafrasear o nosso treinador. as notícias mais recentes deixam-me optimista!

» o «catedrático» preparou uma cama onde, estou certo e apesar de «acarditar» que ele possui uma coluna vertebral de «treta», se deitará com muita dificuldade. à parte a questão dos «seis milhões» de desamores que arranjou, com o papagaio do gabriel a se assumir como o primeiro corno, para mim fica (mais do que) evidente que ele é um treinador do Imediato, não tendo categoria o suficiente para planificar o Futuro.
portanto, é com um misto de curiosidade e de algum receio, que estou bastante interessado em saber que resultados terá Rui Vitória (um técnico que admiro, confesso) num renovado 5lb andor. para já, terá que lidar com renovações contratuais que estavam (de)pendentes do técnico ora verde, com uma planificação de pré-época que envolverá deslocações transatlânticas e com um plantel em claro emagracimento orçamental… já não é pouco…

» ainda no imediatismo daquela questão de ser um treinador do Imediato, também estou curioso para saber como será o trabalho do «catedrático» numa agremiação para lá do «tecnicamente falida». lá, não há os milhões que tinha à sua disposição, em Carnide, para torrar nos eliseus do nosso comezinho futebol. lá e apesar da ideia de um novo paradigma, vai ter mesmo que apostar nos (muito) verdes produtos da formação calimera, pelo que se impõe a seguinte pergunta: quantas vezes é que estes terão que «nascer» por oposição aos outros?

» também estarei por cá para avaliar a relação de egos (super-egos?) que existirá entre quem apelidou o «catedrático» de «palerma» e teve a devida resposta (aqui). se me irei divertir com essa avaliação, o Futuro o dirá. e eles também, que vão contribuir para isso. e certamente que muito…

» a questão primeira (única?) por detrás do despedimento de marco silva é tão-somente a oportunidade de se fragilizar um rival directo, ponto final, parágrafo. aquela até é entendível, excepto na forma como se consumou um divórcio evidente desde Dezembro de 2014.
as razões invocadas para se consumar esse divórcio latente ultrapassam o limite do razoável e certamente que fizeram corar (de vergonha) o sacristão vale e azevedo. de facto, em termos de rasganço de contratos, este último, apesar das suas credenciais, tem muitas meças a pedir àquele outro…

» a propósito de coluna vertebral e da sua ausência, não deixo de me rir (e muito!) com as autênticas piruetas que alguns (bastantes, até!) opinadores e/ou comentadeiros e/ou recadeiros e/ou pés-de-microfone e/ou sabujos do jornalixo tuga estão a fazer com todo este cenário de ruptura entre as comadres da Segunda Circular, atacando quem, há menos de uma semana (!!!), defendiam acerrimamente e teciam loas ao seu curriculum – o qual, agora, vai-se a ver, até nem é por aí além, tal e qual toda a nação portista o vem afirmando ad nauseam

» numa visão futurista, estou firmemente convicto  de que este autêntico flick-flack com mortal encorpado à retaguarda, só pode ter como resultado final este desfecho aqui
.

.
por último e para quem tiver interesse, divulgo à saciedade o mais recente BRASÃO ABENÇOADO, sob o título a Formação não é a panaceia” (aqui), presente na edição impressa do pravda da Travessa da Queimada, desta Sexta-feira (aqui).

.
disse!
.

Anúncios

6 thoughts on “do «todo-poderoso» jorge judas [‘brasão abençoado’ incluído…]

  1. Estou à espera do terceiro seis (depois dos seis milhões de adeptos e de “kwanzas”) da historieta religiosa para fazer um poema… Ele há-de “apracer”. E se não for amanhã, será para breve, nem que seja subtraindo o 1 ao 7(170000) a que se reduzirá a lista de verdadeiros afiliados carnídicos – qual partido político em período de eleição interna…

    Imbicto abraço, meu caro!

    http://imbictopoema.wordpress.com

    Gostar

  2. Miguel,

    Muito bem! Eis aqui um (umas postas de pescada) “post” complexo…!

    I – Primeira fase – análise e constatação dos factos…
    II – Segunda fase – especulação de cenários futuros…

    Também eu estou curioso e na expectativa sobre o que se irá passar, relativamente aos dois grandes da segunda circular…

    E também sobre o que o futuro nos reserva a nós portistas… para já estou optimista sobre as perspectivas para a próxima época, que acredito que decorra ainda melhor do que esta…

    Abr@ço,
    A Monteiro

    Gostar

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s