sobre a ‘International Champions coiso’…

icc03© google
.

caríssima(o),

isto” está que não se pode, e não me refiro só a questões de labuta e/ou familiares, não!
por exemplos, ainda não vi pêveda dos jogos da pré-época em que o nosso clube do coração esteve envolvido. e não!, não estou a ser irónico, é mesmo no sentido literal da coisa. e, convenhamos que já me estou a passar, ainda a época oficialmente oficial não começou!
“mas como é que é possível?!”, certo? pois… eu também me faço essa mesma pergunta… todos os dias, sobretudo naqueles em que houve jogatana… pode ser que Sábado a coisa mude de figurino – e, agora, já com duplo sentido.
[e confesso publicamente a minha ansiedade pelo momento em que Iker será anunciado, aos microfones do Dragão, pela primeira vez e de forma oficial, como jogador dos quadros do FC Porto. estou em crer que será um momento bonito, o qual contrastará com a chamada do Victorio Páez (analogia inevitável).]
.

riscos© pasquim do ‘quim oliveirinha
(clicar na imagem para ampliar)
.

«partantos», isto está que não se pode no sentido em que o jornalixo tuga tenta mitigar algo que, por ser tão demasiado evidente, não pode ser escamoteado. sucintamente e tendo em consideração que o imBicto Belho da Constituição já desmontou a trama em causa:

» estávamos em Maio deste ano, e o lixo tóxico do grupo cofina foi pronto a anunciar a substituição do nosso Clube pela agremiação de Carnide num prestigiado torneio internacional;

» o Clube respondeu de imediato, mas o mal já estava feito e a propaganda, ao bom estilo de goëbbels, em plena marcha triunfal – mormente na questão do prestígio e do reconhecimento internacionais do Carnide sobre o FC Porto;

» chegados a Agosto, os mesmos “pés-de-microfone” que teceram loas instantâneas àquela participação sonegam os motivos principais que levaram à desistência da nossa participação: «uma deslocação à cidade do México, viagem que [não estava programada inicialmente e que] o FC Porto não quis efectuar, por considerar prejudicial à preparação da equipa»;

» tratam-se de os mesmíssimos “pés-de-microfone” que, perante os mesmos factos, de tão evidentes que são, abordam a pertinente questão em causa de forma dúbia, atenuando e suavizando os efeitos que são tudo menos colaterais. e, se dúvidas houver, basta comparar o que é escrito na edição impressa desta Terça-feira, do pravda da Travessa da Queimada (aqui), com o que se escreveu na edição impressa do pasquim editado pelo ‘Quim oliveirinha (aqui).
concordarás comigo quando afirmo que a intensidade dos gritos de «alerta» são muito diferentes. por exemplo, em toda a edição do pravda não consegues ler uma única linha sobre o que a seguir denuncia Jorge Maia:

jmaia

© pasquim do ‘quim oliveirinha
(clicar na imagem para ampliar)
.

para finalizar este assunto, recordo o que escrevi sobre as consequências que considero que poderão advir da nossa desistência, as quais ainda hoje subscrevo e independentemente das questões desportivas que se encontram inerentes a toda esta cenice:
.

.

apesar de, enquanto adepto, perceber, compreender e aceitar os eventuais receios que envolveria uma deslocação à Cidade do México, já me custa aceitar que, não só se tenha sabido da nossa desistência pelo lixo tóxico do grupo Cofina, não tenha havido uma palavrinha oficial sobre o sucedido e sem ser sob a forma escrita, e se tenha passado a ideia de que nada de mais nos acontecerá.
pois eu lastimo afirmar o contrário e espero estar redondamente errado, por recear (muito) da credibilidade do Clube em futuras participações, em torneios desta envergadura. é que o “mal“ já foi feito e como, desde então, só tem havido silêncio por parte da Direcção, não houve a oportunidade para rebater eventuais receios (mas porventura legítimos) das organizações de outras competições de pré-época deste calibre…
sincera e honestamente, no meu entendimento, não é assim que se promove internacionalmente a marca “FC Porto“…
.

.
disse!
.

Anúncios

8 thoughts on “sobre a ‘International Champions coiso’…

  1. Imbicto Miguel,

    Muito interessante, o teu ponto de vista – até porque, em auto-elogio, faço dele o meu :D, noutro agradecimento de citação que começo a imerecer…
    É curioso perceber como será gerida esta “nega” à Champions Cup, da nossa parte. Talvez tenhamos ganho aqui a época e o grupo, perdendo dinheiro, prestígio e, infelizmente, credibilidade, devido à forma como se geriu mal a circunstância.

    Uma chamada de atenção ainda para a taça inglesa com os bês, uma vez mais e para um artigo de um “catedrático” da UMinho que fala em falta de estratégia e organização por parte do FC Porto, ao não ter sabido gerir a tempo a questão do patrocínio.

    Já agora, indo de encontro ao teu douto dom do trocadilho, experimenta: “Cofin-a”!

    Imbicto abraço!

    Liked by 2 people

  2. caríssimo Belho,

    nunca será demais manifestar publicamente o meu sentido muito obrigado! pela visita e pelas gentis palavras, que retribuo!
    o gosto pelo teu espaço é genuíno e de paragem obrigatória para mim, acredita! assim sendo, agradeço a amabilidade da tua reciprocidade.

    noutro diapasão:
    é a este artigo aqui que te referes, certo?
    a minha resposta será dada no tempo e no espaço certos, assim que o patrocínio seja anunciado – e que só ainda não o foi pois pede-se impacto na sua oficialização. estou em crer que Sábado haverá novidades nesse capítulo.

    abr@ço
    Miguel | Tomo III

    Gostar

  3. Caro Miguel.
    Acho que pré-épocas lá pos states são dispensáveis.
    Tal como o Luis Enrique |barça| diz que só é bom para o dinheiro, e que desportivamente trás muito pouca produção, nisso estou 100% de acordo. Basta ver como foram os nossos resultados e como foram os dos outros.

    O único calcanhar de aquiles disto tudo é mesmo a antecipação da nossa estrutura de comunicação.

    Quanto ao patrocinador espero que caía como uma bomba o tal anuncio do mesmo.

    PS: Agora só quero é vê-los a jogar, não me estou para chatear com estes “coisos”.

    Abraços.

    Liked by 1 person

  4. Eu também partilho da opinião sobre o prejuízo futuro.

    Aparentemente, é um torneio que veio para ficar e conta com os maiores clubes (alguns dos). Aliás, para os “colossos” europeus já é normal fazerem digressões longínquas, porque é assim que se cresce para lá das nossas fronteiras.

    Portanto, não estou muito de acordo com a teoria de que “o Lopetegui é que sabe” no que a isto diz respeito. Se por acaso o SLB tivesse brilhado no torneio, diriam o mesmo? Não me parece.

    Do Porto com Amor

    Gostar

    1. © lápis

      com todo o respeito pela tua opinião, permite-me discordar do teu último parágrafo.

      i)
      não estou certo que a decisão final, muito menos única, tenha pertencido a Julen Lopetegui; antes, considero que tenha sido em consonância com a restante estrutura directiva do Clube.

      ii)
      é verdade que a performance desportiva do carnide foi inversamente proporcional ao ‘cachet‘ que arrecadou.
      mas, mesmo que tivessem goleado de cinc’azero em todos os jogos que realizaram, a minha certeza seria sempre a de que seria preferível não ir até às américas e por muito prestígio que tenha o torneio em causa – que tem!
      aí, estou em sintonia com a Direcção do Clube acerca dos riscos de uma partida não programada no México e como (também) se comprova na imagem inicial que embeleza esta “posta de pescada”.

      iii)
      decorrente do ponto anterior, também estou certo que o que escrevi é dissonante do que defendi há dois anos atrás, aquando da nossa digressão pela Colômbia.
      muito provavelmente, essa experiência – até hoje, única e porventura singular – terá ditado o desfecho que se verificou com a ‘International Champions coiso‘…

      mas, lá está: isto sou eu a pensar alto, não é? 😉

      abr@ço
      Miguel | Tomo III

      Gostar

  5. O problema, aqui, é como as ilações tiradas pela “brilhante” Champions 14/15 deles: até podiam andar sonâmbulos em campo e fazer autogolos jogo sim jogo sim, calha de haver colinho e não vale a pena, até passa a mensagem que o Vitória é mas é um salvador da pátria.

    Muito cuidado, mas parabéns à nossa estrutura por ter optado pelo mais sensato, embora com esses problemas de timing, sim.

    Saudações,
    Fábio Pinto da Costa

    Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s