(des)amores… [‘br@são abençoado’ incluído]

lopetegui© google
.

caríssima(o),

consta que ontem terá sido um dia muito movimentado para «o basco» Julen Lopetegui. parece que se desunhou e que se desmultiplicou, para conceder três entrevistas, a três órgãos de comunicação espanhóis; a saber: eurosport espanhol (aqui), jornal AS (aqui) e cadenaCOPE (aqui).

de tudo o que disse – e que foi muito! (súmula aqui) -, interpreto as suas palavras como uma muito desgostosa e sentida amargura. tal e qual como acontece numa relação amorosa, que tinha tudo para dar certo e abruptamente chega ao fim, por culpa de «ambos os dois» intervenientes.
sim!, que há que cruzar o que «o basco» afirmou com (i) a entrevista ao Porto Canal e (ii) as mais recentes declarações do nosso querido líder, e extrair daí o “sumo” que nos interessa. e com (mais) uma agravante: que só saberemos o que «ambos» querem que se saiba (como se comprova aqui) – para o Bem e/ou para o Mal (de todos nós, portistas indefectíveis)…
e é por o (não) saber que me recuso a tecer quaisquer considerandos e a elaborar quaisquer juízos de valor, os quais pecarão sempre, não só por serem precipitados, mas também porque poderei estar a ser (muito) injusto – e uma vez que não possuo todos os elementos de uma equação, cujo resultado final nunca estará completo, pelos motivos atrás referidos…

independentemente de tudo e das eventuais culpas que assistam a (repito-me) «ambos os dois» protagonistas, não sou ingrato: enquanto envergou o Brasão Abençoado ao peito, Julen Lopetegui merece(u) todo o meu respeito e consideração, e esquemas tácticos e/ou (in)definições de plantéis à parte.
mais: fê-lo como (muito) poucos, chegando “ao ridículo” (que não dele, note-se bem!) de ter que defender sozinho o bom-nome, o prestígio e a História do Clube.
mas, isso já faz parte do Passado (mesmo que o recente); o que agora me importa é o Presente, e sobretudo o Futuro…
.

pml290116© pravda
(clicar na imagem para ampliar)
.

BRASÃO ABENÇOADO do dia (aqui), presente na edição impressa, desta Sexta-feira, do pravda da Travessa da Queimada (aqui) – cujas edições impressas, desde o início da semana prestes a findar, é “armazenado” no respectivo arquivo (aqui) e relembrando que é desde a presente data até 05 de Dezembro de 2015.

.
disse!
.

Anúncios

6 thoughts on “(des)amores… [‘br@são abençoado’ incluído]

  1. Gosto sempre de passar por aqui; às vezes o Miguel escreve tanto que fica difícil acompanhar todos os temas tocados, mas hoje está tudo 100%.
    Já chega de bitaiteiros netianos por aí fora; se não temos toda a informação a ideia é que não nos devemos precipitar, e como bem disse: quando há um divórcio todos berram e ambos os dois são “not just victims OR perpetrators”, mas eventualmente até ambas as coisas…

    e obrigada pela leitura do pravda…

    Liked by 1 person

    1. ‘obrigado!’ pela visita regular, pelo comentário e pelas gentis palavras 🙂

      é, tenho um problema: às vezes não sei parar de escrever e saem testam… textos um tanto ou quanto mais para o longo 🙂

      já prometi que ia rectificar essa situação, mas está difícil 🙂

      abr@ço
      Miguel | Tomo III

      Gostar

  2. Miguel,

    Não obstante e apesar de todas as desculpas de Lopetegui para justificar o seu (dele) trabalho, o que é certo é que a maioria dos adeptos portistas não se revia no futebol imposto por ele à equipa. E por conseguinte estava afastar os adeptos do Dragão. Aliás ele foi despedido por se estar a adivinhar o fracasso da equipa. Ele que se deixe de tretas: na minha opinião e com bastante pena minha, Lopetegui fracassou rotundamente. Ponto.
    A equipa estava de rastos…!

    PS – Agradeço a disponibilização do “brasão abençoado”

    Abraço,
    Armando Monteiro,
    http://www.dragaoatentoiii.wordpress.com

    Liked by 1 person

    1. @ Armando

      o ambiente para com Lopetegui foi sempre difícil desde o início. lembro-me bem de ter ouvido assobios no jogo de apresentação, na sua primeira época e pensar que estava a sonhar. o jogo contra a equipa francesa, para a pré-eliminatória de acesso à Champions, confirmou-o…

      quanto ao Futebol praticado, acabou por implodir, com prejuízo para todos os intervenientes e para todos quantos Amam o Clube.

      sobre o “divórcio”, é como afirmo: não dispomos de todos os dados para tecermos uma opinião sustentável.

      estas são as minhas análises; concordo que possam ser falíveis, assim como respeito quem pensa de maneira diferente. não sou, nem pretendo vir a ser o dono da Razão e da Verdade 🙂

      abr@ço
      Miguel | Tomo III

      Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s