¡ moltes gràcies, campió ! (*)

.

.

« Este troféu é especial por ser o último que conquistei no FC Porto, mas acredito que será o primeiro de muitos para esta equipa. Tenho a certeza que vão ganhar muitas coisas, no Futuro.
Dedico esta vitória aos adeptos e ao grupo, para que comece a ganhar a partir daqui e nunca mais pare!
O “segredo” foi a união da equipa e o apoio dos nossos incríveis adeptos.
Assim é sempre muito mais difícil perder.
»
.
Edo Bosch, 19-06-2016.
.

caríssima(o),

faço minhas as palavras (repletas de amargura) do meu Amigo Jorge Vassalo, acerca das mais recentes declarações de Helton. tal como ele, também eu não gostei n-a-d-a de as ter lido e considero-as como um recado, em forma de pressão, “para dentro” quando, no meu entendimento, todas as mensagens desse teor devem ser ditas “lá dentro” (© ega, todos os direitos pela feliz expressão), longe dos holofotes dos me(r)dia tugas, tão ávidos deste “maná” portista…
com doze anos de casa, o homem do violão já deveria saber “o que a casa gasta”, e não se prestar a este tipo de figurinhas, as quais não são dignas de um campeão (que o foi), sequer de um capitão (que deixou de o ser), muito menos de um portista (que afirma que é e que eu não duvido).

fica o contraste de atitude, com os votos expressos, ontem, pelo nosso Edo Bosch, naquele que foi o seu último desafio com o brasão abençoado ao peito, antes de rumar à Juventude de Viana. que diferença (enorme)!
e é por a saber que a lamento e que legitimamente duvido, enquanto adepto, que o sr. Arruda venha a ter um comportamento em tudo idêntico ao de Edo Bosch, o qual foi demasiado nobre na hora da saída – tal e qual como, por exemplo, o grande Reinaldo Ventura, há um ano, sempre (e até à presente data) sem uma palavra de rancor para com o seu clube do coração, mas que não soube acautelar condignamente a sua saída.
.

© google | Tomo III
.

entretanto e para actualizar as declarações de um figo seco, consta que:

» foi um fim-de-semana muito proveitoso para o Desporto Adaptado do FC Porto. no ténis de mesa, em termos colectivos, a equipa portista venceu tudo o que havia para conquistar, esta temporada (António Macedo e Pedro Cardoso sagraram-se bicampeões nacionais, por equipas, tendo Pedro Cardoso conquistado o título de Campeão Nacional). na natação, a época encerrou com os Campeonatos Nacionais de Verão, que decorreram na Póvoa de Varzim, tendo o FC Porto conquistado um total de 19 medalhas (09 de ouro, 04 de prata e 06 de bronze) e a atleta Ana Barbosa batido 3 recordes nacionais (nos 50 metros livres, nos 100 metros livres e nos 100 metros costas). no boccia, Pedro da Clara e Carla Oliveira disputaram o ‘Bisfed Boccia World Open’, que também se realizou na Póvoa de Varzim, tendo Pedro da Clara alcançado, pela primeira vez, a final de uma prova internacional e conquistado a medalha de prata, após a derrota frente ao eslovaco Samuel Andrejcik no jogo da decisão final.

» vencemos a Taça de Portugal, em hóquei em patins, frente ao actual campeão da Europa da modalidade e tal como a tv do pravda da Travessa da Queimada não se cansou de o referir, na transmissão da partida de ontem (quer nos comentários, quer nas imagens daquela, a cada quinze segundos).
e convém referir que colocámos um ponto final num (longo) jejum que perdurava desde 2012/2013, altura em que conquistámos o nosso último troféu – precisamente a Taça de Portugal da modalidade em causa – daí que tenha sido (bem) porreira a festa, pá!
(e, para quem tiver esse interesse, há uma segunda parte desta “posta de pescada”®, onde se seguem mais cinco imagens, para mim icónicas, deste enorme, grande, saboroso, triunfo.)

» a nossa equipa de ciclismo triunfou, individual e colectivamente, na 8ª edição do “Grande Prémio Memorial Bruno Neves”, a terceira prova da Taça da Portugal de Elite daquela modalidade.

» na secção de bilhar, os dragões sagraram-se campeões nacionais de bilhar às três tabelas, com um feito inédito na modalidade, em Portugal: 24 vitórias em outros tantos jogos (14 na primeira fase e 10 na ‘Final Six‘).
Este fina-de-semana, os dragões também conquistaram a Taça de Portugal de Snooker, naquele que é o primeiro título, da história do clube, nesta variante do bilhar.
.

mas e não me canso de o repetir, para os “canelas” que por aqui gravitam a despejar a sua bílis, num Português macarrónico, a conquista de todos estes títulos em nada substitui a inconsolável mágoa de uma época desportiva m-i-s-e-r-á-v-e-l, em termos de futebol profissional, no escalão sénior.
.

.

.

« primeira fila

Ferreira Nunes foi, nos últimos anos, o todo-poderoso da arbitragem e o responsável pela classificação dos árbitros. Para uns, entre os quais nos incluímos, fez um mandato deplorável; mas, para outros, foi de uma eficácia inquestionável. Entre outras “façanhas”, foi ele que conseguiu despromover um dos melhores árbitros do País [Marco Ferreira], e manter, no primeiro escalão, apesar de ter ficado em lugar de descida, um outro [Bruno Paixão].
Agora, menos de um mês depois da “comissão de serviço”, eis que surge, na primeira fila, em pleno camarote presidencial do Pavilhão da Luz, no jogo de futsal entre o 5lb e o spórtém. Lá diz o ditado: os amigos são para as ocasiões, e nunca trates mal quem te trata tão bem…
»
.
in dragões diário, 19-06-2016.
.

uma imagem. mil palavras. para memória futura.

.
disse!
.

(*) título idêntico a esta missiva aqui, datada de Julho de 2012, dirigida a outro enorme campeão e cujo teor se mantém para Edo Bosch.
.

.

© Edo Bosch
.
© Edo Bosch | Tomo III
.
© Edo Bosch
.
© Edo Bosch
.
© Hélder Nunes
.

.
disse!
.

Anúncios

4 thoughts on “¡ moltes gràcies, campió ! (*)

  1. Será que a arrogância tomou parte de Helton?
    Ultimamente ele tem estado com uns discursos bastantes estranhos por quem é o jogador mais titulado do Clube neste momento e mais experiente.
    Pelo que se vê e lê-se, parece que Maicon também está na mesma sina…

    Os dois mais velhos a darem esta imagem…?
    O que eles fizeram é inegável e muito eu agradeço por estes anos de conquistas em que eles ajudaram.
    Agora, tudo tem um tempo e por isso parece-me que o tempo deles já passou.

    É tempo de dar tempo a quem está cá já pronto a pegar de estaca.

    Foi um comentário frio mas é a realidade neste momento.

    Abraços.

    Liked by 1 person

  2. Meus caros,

    Eu, às vezes, leio cada merd@ que até fico atónito….
    Estou numas mini-férias e, por isso, ando meio afastado dos “directos”. Mas, ao ler ‘ojogo’, e as declarações do Helton, virei-me para o meu cunhado e disse: “Então, se o gajo tem mais um ano de contrato, alguém tem que falar com ele?!”.
    Na minha opinião, só têm de falar com ele se não quiserem que continue; se quiserem, já tem dia certo para acabar as férias e começar a dar no duro!

    Quanto ao Edo: faz parte daqueles jogadores icónicos que ficarão sempre nos compêndios do nosso Clube. Um “estrangeiro” que ficou mais Portista do que muitos que pululam por aqui!
    Para ele, um “MUITO OBRIGADO!” por fazer, do Nosso FC Porto, muito “més que un Club

    Abraço Miguel!!! 😉

    Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s