então, em que ficamos?!

© Tomo III
.

caríssim@,

parece que as minhas palavras de ontem foram mal interpretadas, mormente na questão das mais recentes declarações presidenciais, as quais invariavelmente e para não fugir à regra (?) dos últimos (digamos…) quatro últimos anos, aconteceram após uma vitória da Equipa. é o que acontece quando não se tem Tempo nem para mandar cantar um cego e por inermédio de outrém, e tecem-se uns (brevíssimos) considerandos naquela que deveria servir para uma pausa para almoço… adiante.
para que conste, nada mais tenho a acrescentar ao que os meus ‘compagnons de route‘ Jorge Vassalo e Vila Pouca escreveram aqui e aqui respectivamente. nos tempos que correm, fica cada vez mais difícil concordar com as declarações de Jorge Nuno – o (pres)suposto alter ego de Pinto da Costa, o qual, se este último “fosse vivo”, já teria sido corrido e ao pontapé (provavelmente pelo guarda Abel!), dos corredores do P(h)oder do Estádio do Dragão. mas consta que a energia de Pinto da Costa terá “esmorecido” com a demolição do Estádio das Antas [pausa para suspirar (de saudades)]…

aquela breve pausa também poderá servir para um momento de reflexão e  poderá ir neste sentido: o Presidente enérgico e pujante (exemplos aqui, aqui, aqui e também aqui), deu lugar a um outro alguém que, num mesmo corpo, se apresenta amorfo, apático, indolente, manso. explico.
tomemos como exemplo todos aqueles vídeos: neles há um denominador comum e que é a forma como Pinto da Costa consegue colocar em sentido os sabujos e/ou pés-de-microfone do jornalixo tuga (não só) de então, fossem eles monizes, escarros, catarros ou outro qualquer. actualmente duvido que o actual Jorge Nuno fosse capaz (sequer!) de tecer um considerando, mesmo que breve, daquela forma – e já dou de barato a questão da idade, que aumenta para tod@s nós, de ano para ano, de mês para mês, de dia para dia.
mais: seria impensável (sequer inconcebível) que o Pinto da Costa de então e ao contrário do actual Jorge Nuno, perdesse a oportunidade de criticar veementemente, com todo o propósito e com toda a Razão que lhe assiste, a postura dúbia, parcial e nada isenta, da Justiça tuga – tão célere a cercar tudo o que seja pintado em tons azuis-e-brancos e tão parcimoniosa a apertar o que envolva as cores das agremiações da Segunda Circular *… e é por isso mesmo que compreendo o pedido de desculpas expresso aqui, mesmo que irónico, solidarizando-me com a(s) “dor(es)” do(s) seu(s) autor(es)…

* por exemplos: quem é que sabia que isto aqui aconteceu na assembleia-geral dos calimeros, de 02 de Outubro último? «ninguém, ninguém», certo? ou então, muito pouc@s de nós…
mas, tivessem sido outros os protagonistas – um Clube mais a Norte, com mais Super ou menos Colectivo (e vice-versa) presentes na reunião – e, no próprio dia, encheríamos os noticiários da noite. assim, olha… passou pelos pingos da chuva que alguns membros das claques do spórtém se insurgiram naquela reunião magna, da agremiação em causa, liderada por um burro do Carvalho, ao bom estilo maoísta – em tempos idos, dito que era apanágio de um certo e determinado Clube, lá está!, mais a Norte da Capital do Império (de) Tung…

.

mesmo assim, não posso deixar passar em claro o que a imagem acima reflecte: essa tendência inata para os pasquins sediados na Capital do Império lançarem “poeira” para os olhos dos nossos adeptos mais incautos – que os há, a começar (e a terminar) neste que te escreve.
para lá da diferença de tratamento “jornalístico” na chamada de capa, o que lá dentro se pode ler é de uma desconformidade atroz! ao que (consta que) o jogador belga terá proferido a alguns órgão de Comunicação daquele país, após o encontro para a «xampes», o pravda da Travessa da Queimada, pela pena do sr. com apelido de marca de bacalhau, lá resolveu dar a sua versão daquelas declarações (vide aqui e aqui, em jpg e aqui em pdf, para quem tiver essa ousadia).
invariavelmente aquela sua visão, como a dos demais sabujos que vão labutando pelo jornalixo tuga, qual marmotinha-de-rabo-na-boca (c’a nojo!) tende para distorcer o que foi proferido – «Joguei sempre por onde passei. Para mim é uma primeira vez, mas é assim mesmo. Tenho de trabalhar e esperar que a oportunidade chegue. Gostava de ter um pouco mais de tempo de jogo, como é evidente, mas sinto-me bem no FC Porto. A adaptação está a ser boa. Há concorrência, como já esperava, e então cabe-me fazer a minha parte» -, sonegando o que de positivo foi dito pelo jogador belga e que destaquei a negrito
tivesse o nosso clube do coração um Departamento de Comunicação à altura das suas responsabilidades e já se teria “decretado” que os nossos jogadores, em território nacional, só prestariam declarações ao canal oficial do Clube e que, a outros órgãos estrangeiros, só na presença de um elemento destacado por aquele mesmo departamento… como ainda não há, lá têm que ser os adeptos a dar conta destas disparidades…
tivesse o nosso Clube um canal de televisão dedicado ao seu quotidiano, e já teriam surgido desmentidos sobre esta filha-da-putice (só mais uma e tendo em linha de conta a presente temporada)… como ainda não há e aquele é voltado para generalidades e para transmitir resumos dos jogos dos nossos arqui-rivais (!!!), têm que ser os mesmos adeptos a engolir estes autênticos mamutes. e a fazer aqueles mesmos desmentidos, também…

mas, por Amor tudo se faz. e nada custa!
.

futuro© pravda | Tomo III
(clicar na imagem para ampliar)
.
(também disponível para leitura aqui, aqui, aqui e aqui)
.

.
post scriptum:

Xebeu, amanhã lá estaremos!. 😀
.

.
disse!
.

Anúncios

2 thoughts on “então, em que ficamos?!

  1. Estamos em tempos em que nós Portistas temos de ter cuidado de ver que tipo de prato nos calha à frente em cima da mesa.
    Creio que já há alguns de nós que já esteja a topar este tipo de propaganda, mas existe ainda uma boa parte de nós que ainda trata os jornais de lixoa como um “bom informador” e que caem nas mãos da pior bruxa que pode existir.

    Já que o Porto Canal “não existe” temos de ser nós a perceber o mundo que nos rodeia.

    Que vale é que já é fim-semana e esse é o nosso melhor dia.
    Abraços.

    Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s