um longo bocejo…

© uefa | Tomo III
.

caríssim@,

diz que esta Segunda-feira, sensivelmente a meio da tarde, a insuspeita UEFA, ao fim de quase 25 anos e mais de 220 jogos disputados de Champions, publicou um guia com a classificação de todos os tempos daquela prova e desde o seu surgimento nos moldes actuais – basicamente desde que acabou a (então) Taça dos Clubes Campeões Europeus. tive conhecimento do dito via “Universo Porto – da bancada“, no seu mais recente episódio (vídeo aqui) de um programa (muito) meritório e que me tem cativado bastante, sobretudo pela assertividade nos seus comentários, mormente os do jornalista e antigo Subdirector de Informação e de Programação, do Centro de Produção do Porto da rtp, José Cruz.

mais do que um guia, aquele documento é um estudo estatístico*, com tudo o que tal pode encerrar na frieza e na crueldade dos números, porquanto que estes (ainda) não conseguem quantificar estados de alma, elevados ao superlativo êxtase de um golo decisivo ao cair do pano. é só um exemplo, entre tantos outros…
(* estudo que também pode ser consultado aqui, não se vá dar o caso daquele desaparecer como que por artes mágicas ou outras…)

nele constam alguns dados curiosos.
pelo (nosso) lado positivo, temos 21 presenças, a par de Real Madrid e Barcelona, com 138 jogos disputados na fase de grupos – a par de Bayern München [escarro] e só superados pelos dois colossos espanhóis e pelo «mónster unáite». daquelas presenças, por 5 vezes atingimos os quartos-de-final da prova, em 2 as meias-finais (1994 e 2004) e em 2004 sagrámo-nos campeões – feito inédito para um clube que não é um tubaralho da Europa. temos 11 jogadores com mais de 50 jogos na Champions, alguns deles ainda no activo – como Iker Casillas, o recordista (162 partidas, 11 pelo FC Porto). também temos uma das maiores goleadas na prova – os 6-0 ao BATE Borisov, em Setembro de 2014.
por outro lado, o negativo, consta que temos 16 empates sem golos, o maior número de derrotas na fase de grupos da prova (54 jogos em que provámos o fel) e o cartão vermelho mais rápido da competição ‘so far‘ – Herrera, aos 6’47”, em Outubro de 2013, contra o Zenit [longo suspiro]…

ninguém duvidará que são números que, para um clube da nossa dimensão, na Europa, nos deverão encher de orgulho. repito(-me): não somos um tubaralho, antes um clube de média dimensão, respeitado e que se faz respeitar, sobretudo por aquele seu historial. e não há que ter vergonha desta nossa condição, antes pelo contrário! os adeptos da AS Roma que o digam, por exemplo…
para termo de comparação, eis os números que apresenta o 5lb nesta mesma competição e à data: 86 jogos no total, 100 golos sofridos (mais de 1 golo por jogo), somente 32 vitórias, 4 presenças nos quartos-de-final, 5 jogadores com mais de 50 jogos disputados (sendo que, destes, constam o saviola, o rui costa e o júlio césar, com mais partidas envergando outras cores que não o encardido vermelho) e o 3º auto-golo mais rápido da competição (scott minto, aos 3’11”, em 1998). e é só. se dúvidas houver, faça-se uma pesquisa pelo nome da agremiação, no ficheiro pdf em causa; constatar-se-á que aquela não é exaustiva (de todo!).

eis uma imagem que julgo ser bastante esclarecedora:
.

© uefa | Tomo III
(clicar na imagem para ampliar)
.

facilmente se concordará que, se aquela classificação estivesse invertida, e fosse outra a cor a estar na nona posição, ainda hoje, 48 horas depois, haveria aberturas de telejornais e capas integrais a cantar “hossanas” a esse feito único, ímpar, excepcional, singular, para o Desporto Nacional, e dificilmente repetível por uma qualquer outra equipa tuga. como tal aconteceu connosco, eis uma imagem que traduz toda a atenção dedicada pelo jornalixo tuga e pelos “nossos” me(r)dia, no geral:
.

© google | Tomo III
.

.
disse!
.

Anúncios

2 thoughts on “um longo bocejo…

  1. Também é um bocejo quando se vê a excitação dos comentadeiros do costume a vangloriar-se dos “feitos” de outros.

    Quanto à UEFA, ela é bem suspeita: como é possível que o Chelsea e o Arsenal estejam acima de nós?

    PS:
    2 postadas seguidas? continua assim, Miguel! 😉

    Abraços.

    Liked by 1 person

    1. @ Filipe

      muito obrigado! pela regularidade nas tuas visitas, pelo comentário e pelas tuas gentis palavras!

      em relação à tua questão, ela explica-se pelo facto de aqueles clubes ingleses, com um menor número de participações – 14 e 19 respectivamente -, terem chegado mais longe do que nós para lá da fase de grupos… é a vida de quem não é tubaralho, Filipe…

      abr@ço forte
      Miguel | Tomo III

      Gostar

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s