não são tretas!

futuro© pravda
(clicar na imagem para ampliar)

.

caríssim@,

BRASÃO ABENÇOADO do dia (aqui e aqui, em ficheiro jpg, e também aqui e aqui, mas em pdf), presente na edição impressa, desta Sexta-feira (aqui), do pravda da Travessa da Queimada, agora que foi reactivada a “papelaria” (aqui), desde Abril último.
obviamente que estou de acordo com tudo – mas mesmo tudo!, ouBistes, ó Silva? 😀 ah! poijébebé! – o que o cronista teceu, sobretudo na parte em que se se refere ao Herlander como «profissionais do meu Clube […] que hoje estão aqui, amanhã estão noutro lugar; hoje são Porto, amanhã serão outra coisa qualquer». é quase “tão bom” de se ler como esta pérola «acontece que sou sócio do accionista maioritário do empregador do Herlander. nessa qualidade, exijo o imediato despedimento do funcionário; que o treinador vá de arrasto, é só uma muito feliz consequência».

para lá do mais recente escrito de Pedro Marques Lopes, daquela edição também recomendo a leitura das quatro páginas dedicadas ao quotidiano do nosso Amor comum (aqui), mormente aquela (espécie de) “notícia”, assinada por josé carlos sousa, a páginas 14, e que dá conta do «Futuro em aberto…» para José Sá. é muito enternecedor perceber o grau de preocupação do sabujo em causa para com elementos afectos ao nosso plantel, sobretudo do Sá, que recentemente, numa entrevista ao Porto Canal, afirmou: «não poderia estar mais feliz com a decisão [em assinar pelos azuis-e-brancos]. sinto que todos aqui, no FC Porto, gostam de mim – adeptos, colegas e Direcção. sinto-me acarinhado». torna-se óbvio que o sabujo não (ou)viu aquela entrevista, sequer que sabe da existência de um órgão de comunicação oficial do Clube pronto a desmentir todas as bacoradas que o pasquim para o qual labuta publica amiúde…

noutro diapasão mas ainda naquela edição do pravda, aqui ficamos a saber o que está em jogo em Moreira de Cónegos, em Tondela e também no Estoril – para lá do “miminho” em se perceber como certos e determinados órgãos de propaganda (ao serviço) do Estado Lampiânico já não conseguem negar a evidência do «glorioso» ‘flop’ que é o “deus” renato das sandes.
.

© google | 92º minuto
.

o que não é nenhum ‘flop’ é o artigo sob o título “arguido vieira nos negócios com o bpn” (aqui, via o blogue leonino ‘mister do café’ e também aqui).
trata-se de um belo de um artigo, no qual se identifica o primeiro assalto de um autêntico póker de ases – o qual também inclui bes, cgd e bcp. um dia, tudo se saberá sobre o que começou a ser denunciado em Novembro de 2013; só não sei é se será a ser julgado em tempo útil e se será feita Justiça… olha!, tal e qual como no processo ao samurris…
.

futuro© google
(clicar na imagem para ampliar)

.

.

clandestino.

há uma nova moda nos ‘me(r)dia’ portugueses: a câmara de eco que fazem uns dos outros. sucintamente: um jornal dá uma notícia e, logo a seguir, os outros replicam-na. isso é verdade para quase tudo, excepto quando se tratam de notícias negativas para o salazar lisboa e [coiso].
ontem, por exemplo, soube-se que luís filipe Vieira está constituído arguido desde 2014, num processo-crime em que é «suspeito de burla, de falsificação de documentos e de branqueamento de capitais», tendo lesado o falido BPN em 23 milhões de euros.

pela relevância da notícia, seria “normal” que aquela tivesse difusão nacional; mas, seja por um qualquer critério editorial (que se desconhece), seja porque “o respeitinho é muito lindo”, jornais como o ‘Expresso’ ou o ‘Público’ “esqueceram-se” de a noticiar.
já nos jornais desportivos – sempre ávidos de notícias sobre os protagonistas dos maiores clubes nacionais, sobretudo quando afectos ao FC Porto – só ‘OJogo’ noticiou aquela matéria.

explicação para tudo isto? é na Comunicação Social que o «polvo» encontra o seu ecossistema perfeito, tendo criado a novel figura judicial do “arguido na clandestinidade”.
porque este diário tem uma confiança ilimitada na recuperação humana, lança-se o seguinte desafio: façam o favor de fazer um poucochinho mais de jornalismo, só para não parecer tão mal.

in Dragões Diário [texto adaptado].
.
.

.

para lamentar.

a rtp ilustrou uma reportagem sobre a “operação Jogo Duplo” – a propósito de um esquema de viciação de resultados – que passou no ‘Telejornal’ das 20h de ontem, com imagens de adeptos do FC Porto.
trata-se do habitual desrespeito da estação (cada vez mais, menos) pública de televisão para com o nosso clube. infelizmente não parece haver um qualquer Conselho de Redacção e/ou uma Entidade Reguladora digna desse nome, que se preocupem com estas situações e que deveriam envergonhar, sobretudo e em primeiro lugar, aquela estação (muito pouco) pública de televisão.

in Dragões Diário [texto adaptado].
.

duas citações para memória futura, obviamente.

.

disse!
.

.

Anúncios

7 thoughts on “não são tretas!

    1. @ Filipe

      sim, é verdade que também temos que olhar para nós e para os nossos problemas. acontece que a época desportiva ainda não acabou e só após o seu término é que aqueles (pelo menos, grande parte deles) começarão a ser resolvidos. quero acreditar que assim será!

      neste entretanto, tudo o que envolva os rubros tretas e que não é repercutido pelos merdia do costume, aqui, neste espaço, terá o seu cantinho e os seus 15 minutinhos de fama. é que não quero que lhes falte nada 😀

      abr@ço
      Miguel | 92º minuto

      Gostar

  1. Também outra treta, são os actuais treinadores do Nosso Clube justificarem o seu futuro com o “contrato”.
    É só mesmo o pedaço de papel que importa para esta gente agora?
    Que é feito dos treinadores que entravam cá e vinham para o desfio e para a representação do FC Porto, para passarem a “operários de fábrica” e só olharem para o contrato?
    Este é uns dos problemas no presente do Clube, as pessoas (não todas) entram cá e só pensam nas assinaturas e parece que fazem do futebol uma rotina aborrecida.
    Para a SAD estão mais preocupados com assuntos extra-futebol, do que o futebol em si.
    O futebol tem de ganhar importância porque é a principal actividade do Clube, não deixando de lado as outras modalidades.
    Mas se quem lidera o Clube está moribundo, o resto também fica e por muito que os adeptos queiram dar a cor ao Clube, se o dono estiver “cinzento” o esforço dos adeptos irá em vão. A não ser, óbvio, que haja uma nova presidência, mas para isso temos de esperar mais 3 anos.
    Muito gostava que Pinto da Costa muda-se isto, mas a minha racionalidade é maior que o coração e prevê mais do mesmo.
    Uma coisa é certa, que os adeptos não deixem de se preocupar com o Clube, porque em outros tempos se preocuparam, e viu-se os resultados.
    Mas o importante é que a regionalização vença a modernização. Se é que me fiz entender.
    Abraços.

    Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s