Esperança.

© google | 92º minuto
.

caríssim@,

certamente que, tal como tu, também eu ando apreensivo. e conformado. e desanimado. e triste. explico.

encontro-me apreensivo sobretudo com toda esta (in)definição a propósito da nova época desportiva, a qual se avizinha a passos largos – pois que 03 de Julho é já ali, ao virar da esquina.
se, por um lado, compreendo e respeito, que haja recato na escolha do futuro treinador, com tudo o que uma negociação destas envolve – e não me refiro só aos “humores” presidenciais – pelo outro o inevitável protelar do seu anúncio oficial angustia-me. muito. e não me sossega menos a escolha de qualquer um dos nomes que já foram aventados para suceder ao Espírito Santo do Nuno, bem pelo contrário. aliás, se aquela recair em Sérgio Conceição, o bom que extraio é a sua mais firme convicção e um irredutível Querer em vir treinar o seu clube do coração a seguir à Briosa, e esse será um aspecto que irei ressalvar sempre (se não mesmo o único) – porquanto que desconheço o seu trabalho enquanto treinador.
desse seu percurso nos bancos de futebol, destaco obviamente o facto de ter subido o FC Nantes do 19º e penúltimo lugar da Ligue 1, quando lá chegou, para um honroso 7º classificado, a somente 08 pontos do último lugar com acesso às provas europeias – sendo que, em 22 jogos para o principal campeonato francês, almejou 11 vitórias, 05 empates, 06 derrotas, com 31 golos marcados e 28 sofridos, e a prorrogação do contrato até Junho de 2020…

no Presente, também me encontro conformado, porque é este o ‘modus operandi‘ do querido líder e não há como fugir a ele: apostas de alto risco em perfeitos desconhecidos, conferindo-lhes todas as condições para singrar num Clube vencedor.
acontece que, neste mesmo Presente, o (outrora?) melhor Clube do nosso comezinho campeonato está há quatro anos sem conquistar um único troféu ‘and still counting‘. e este é outro facto, nada despiciendo, de uma equação em que Sérgio Conceição, ou qualquer outro treinador que venha a ocupar o cargo do funcionário mais importante do Clube, será sempre o elo mais fraco. é por essa razão que preferia que se aplicasse um investimento próximo da aquisição de direitos económicos e desportivos de um Depoitre ou de um Boly, num treinador com alguns créditos firmados, os quais deveriam incluir títulos conquistados – no sentido em que estão habituados a sentir uma (espécie de) “pressão positiva” naquela prossecução. e quem é que poderia reunir tais requisitos? por exemplo, este senhor aqui. ou estoutro. e ainda este aqui – três opções para gostos diferentes e completamente díspares, mas que cumprem com aquela condição.

já o meu desânimo explica-se, mais do que por palavras, com esse sentimento basto cinzento de não conseguir vislumbrar um qualquer raio-de-sol no futuro mais imediato. ao invés, só “vislumbro” espessas nuvens cinzentas, à espera de descarregar sobre os comuns mortais que terão a infelicidade de se encontrar à hora e no momento errados.
uma dessas “nuvens” prende-se com a (mais do que) provável partida de Iker Casillas para outros destinos – fala-se na França (!!). apesar de perceber muito bem as razões financeiras por detrás dessa inevitável opção, só tenho a lamentar essa procura por uma Felicidade que não encontrou na cidade do Porto – entenda-se: títulos. confesso que, bem aproveitada e convenientemente rentabilizada, a permanência de Iker entre nós poderia “atenuar” o rombo financeiro de 10M€ anuais num já de si limitadíssimo orçamento. é que e não há como negar essa evidência, tão cedo não teremos, entre nós, no nosso seio, um jogador com a visibilidade galáctica de Casillas. e só lastimo que, nestes dois anos, não se tenha retirado qualquer proveito da sua muito mediática imagem – e não me refiro só à venda de merchandising, mas também. saber-se que houve centenas de excursões de fãs, do icónico portero espanhol, para o ver jogar com as nossas cores, e nada de relevante se ter feito para rentabilizar tais visitas, é algo que efectivamente “me ultrapassa”. e não seria muito difícil de ficarmos com um quinhão dessas digressões; bastaria, por exemplo, a FC Porto/Dragon Tour, em consonância com outras subsidiárias do grupo FC Porto, ter apresentado publicamente e de forma massiva, sobretudo em Espanha, pacotes promocionais de viagens à ImBicta, com passagem obrigatória pelo Museu do Clube e com a possibilidade de adquirir uma camisola oficial a um preço reduzido. acredito que tal não teria nada difícil de se ter articulado… mas, agora já é tarde demais para este tipo de aventuras, certo? pois… fica o malogrado registo de uma experiência que necessita de evidentes melhoras na sua orgânica.

e, é claro, que tudo isto me deixa triste. e amargurado. e muito descrente na inversão de um rumo cujo fim não se vislumbra no Horizonte.
mas, e porque a Esperança é a última a falecer, pode ser que, não é?… pode ser que, para o ano… olha: tal e qual como com os calimeros (já vai para quinze anos ininterruptos)

.
disse!
.

Anúncios

3 thoughts on “Esperança.

  1. Que sei?… Que os ciclos, quer sejam eles bons ou maus, têm sempre um fim.

    Quanto ao treinador: se for o Sérgio Conceição, ele, para além de saber tê-los no sitio, também sabe que terá que vir com uma ideia clara de jogo que favoreça a ideologia do FC Porto.
    As minhas escolhas seriam, ou Pedro Martins (pois dá a sensação de ser um trabalhador sério e pessoa séria), ou Paulo Sousa (por ter já estofo internacional que chegue).

    O Casillas merecia, pelo menos, levar um titulo de cá, pois o seu trabalho foi digno de merecer o tal “naco” de carne que tanto se almeja.
    De resto, já desde 2015 estava a contar com ele por 2 anos, pois a realidade é demasiada evidente para mantê-lo.
    Se ele continuar será excelente (esperando que não fique por cá contrariado).

    Abraços.

    Liked by 1 person

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s