desses monocromáticos sabujos.

© google | 92º minuto
.

.

« nas últimas semanas, tentou-se criar um manto de suspeitas e de condicionamento sobre todos os agentes desportivos – isto quando se aproxima o início de uma nova época.
o 5lb foi brindado com uma sucessão de acusações, todas elas falsas e infundadas. cabe-nos manter a serenidade e conservar a distância em relação a comportamentos que não são próprios da actividade desportiva e muito menos das relações que devem existir entre parceiros do mesmo sector de actividade.
importa destacar que só devemos travar as batalhas que nós próprios escolhemos, jamais aquelas que nos querem arrastar. o carnidense em nada contribuiu para este “conflito suicida”, que, no final, acabará por vitimar quem o desencadeou e alimentou de forma irresponsável. por essa razão, congratulamo-nos por o assunto ter sido levado às instâncias próprias.

na nossa agremiação não existem actos praticados à margem da Lei, nem condutas que possam ser objecto de censura. a seu tempo, este facto ficará claro para todos. o sucesso desportivo, a estabilidade financeira e a existência de uma organização muito profissional são motivo de incómodo para quem não pode orgulhar-se de estar num patamar de excelência como está o 5lb. desenganem-se aqueles que pensam que nos fazem distrair dos nossos principais objectivos. »

luís filipe, o Orelhas | 29-06-2017.
.

caríssim@,

o leitor falou à Nação. ou melhor: leu o que outros redigiram, no âmbito do jantar anual do caloteiro-mor desta república de bananas com os deputados afectos ao carnidense – curiosamente um acto que, ao contrário do de 2014, mas para outra cor, desta feita não mereceu críticas secundadas pelos sabujos habituais…
no dia seguinte, os serviçais sabujos e/ou pés-de-microfone do jornalixo tuga, a soldo de «gloriosos» interesses, sempre para o bem da(quela) nação, expuseram, em primeira página e em largo destaque, aquela espécie de propaganda goëbbelina que se cita (e que se desmente, também, via bastas hiperligações). curiosamente – é só curiosidades (e coincidências) nestes últimos dias… – resolveram abordar uma temática que têm preferido abafar desde que foi despoletada: a dos e-mails malditos, incidindo numa questão transversal àquela e que é a do «bruxo». como já foi referido aqui e aqui, mais do que mezinhas e rezinhas e crendices e encantamentos, importa aferir do nexo de causalidade entre estes factos descritos aqui, aqui e aqui. mas como tal se pode vir a revelar (mais) um tremendo incómodo, os chefes de redacção, dos pasquins em causa, consideraram que seria melhor debitar ‘soundbytes’…

não nos iludemos: este escândalo dos e-mails é grave. muito grave. aliás, é um processo «muito mais grave» do que o pito dourado, e dito por quem, em Julho de 2008, ajudou (e muito!) a causa do 5lb para aceder à Champions pela via da secretaria – logo alguém insuspeito. mas é grave para o 5lb! só que temos vindo a observar, ao longo deste último mês e que assim perdurará até uma eventual resolução daquele, a essa tentativa infame, vil, miserável, mesquinha, torpe, de conotar as ilegalidades praticas por quem se afirma «impoluto» com o Futebol Clube do Porto. e os pasquins que editaram as capas replicadas ali em cima são dois dos vários aríetes ao serviço de um imenso polvo de cor muito rubra, muito vermelha, muito escarlate.

os actos praticados ficam com quem os fez; cabe às entidades competentes desta República investigar e, se assim se concluir, julgá-los nos tribunais para o efeito. não peço justiça popular, nem popularucha, nem sequer justiceira – como outros, a partir de Maio de 2008.
o que solicito, enquanto adepto de futebol, é que se desencadeiem todas as investigações que consigam a Verdade; e que elas ocorram de forma Isenta, Rigorosa, Profissional – “cegas” a qualquer estado de clubite extrema, a bem de um Princípio maior: o da Verdade Desportiva, em tempos tão propolado lá para os lados de Carnide…
.

por último e para alguns que persistem em visitar este espaço, mesmo não sendo bem-vindos (de todo!), para a História ficará o registo daquelas trocas de mensagens electrónicas que, por não terem sido apagadas como se exigia por um dos seus intervenientes, entretanto têm sido muito abafadas pelas prostiputas do jornalixo tuga, a soldo do carnidense – as mesmas que fazem tudo por relevar esta posterior revelação, acerca dos “impolutos“:
.

© google | 92º minuto
(clicar na imagem para ampliar)

.

.
agora apague tudo!
.

Anúncios

One thought on “desses monocromáticos sabujos.

  1. E eu a pensar, pelo titulo, que irias falar dos carros dos anos ’60 e ’70. 🙂

    Quanto ao Orelhas, quando ele diz «por essa razão, congratulámo-nos por o assunto ter sido levado às instâncias próprias», pois congratula-se, porque será? Porque tem tudo sobre o controlo.
    Ou o FC Porto leva isto mais a fundo, ou então serão escusados os programas “Universo Porto – da Bancada.”

    De qualquer forma, eu quero é ver Futebol com garra, com raça, de “pés, tronco e cabeça”, por parte dos Nossos porque, lá para Maio, se não ganharmos nada, iremos ser alvo de chacota – e por muitas verdades que estejam a ser ditas, a partir da nossa parte.

    Abraços.

    Gostar

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s