(breves) not@s soltas de um Sábado em cheio, à Segunda-feira…

barbacabelo© Luís Afonso | pasquim da Travessa da Queimada

.
c..íss…..a
.ar….im(o),.

tal como tu, também eu ainda não parei de tremer, qual gelatina pronta a ser deglutida em dia de verão.
aliás, nota-se pela introdução acima e (sobretudo) pelas três fotos abaixo
:

primeira ida às imediações do Estádio do Dragão

dragao01

.
primeira ida ao
dragãozinho.

dragao02

.
primeiro contacto com o que é “ser Porto”

dragao03

© Tomo III

.
se consideraste que me referia às mais recentes declarações idiotas do néscio do burro do Carvalho (aqui, para a posteridade“), peço-te desculpa. obviamente que não iria perder o meu precioso tempo com um anormal, de um imbecil, de um tolo como o actual parvo que gere os destinos da agremiação desse reino muito distante dos viscondes falidos (e impolutos) de Alvaláxia“®
antes, (ainda) tremo de emoção e de comoção por, num Sábado em que sobrava tempo para dedicar à família, em boa hora resolvi levar o catraio, guiado pela mão do progenitor (e como mandam as normas do portismo), ao nosso teatrinho de sonhos azuis-e-brancos: o nosso dragãozinho.
e que bom que foi! para lá do jogaço de hóquei e do resultado final, a experiência foi única para «ambos dos dois» intervenientes. e para repetir, com (muita) certeza. aliás, ontem, Domingo, amiúde perguntava se podíamos «ir ao Dragão. por favor. assim mesmo.

.
noutro diapasão, na passada Sexta-feira, o nosso querido líder concedeu uma entrevista ao Porto Canal, a qual também foi replicada na revista dragões (aqui), e divulgada à saciedade graças ao abnegado trabalho do caríssimo dragão Vila Pouca (aqui).
[aqui, poderás (re)ler a dita, em formato PDF, sendo que se concede total primazia ao texto da dita.]
.
como referi em comentário (aqui), para mim, no local mais emblemático desse maravilhoso mundo que é a bluegosfera“®:

« também sou dos que afirma que [a entrevista] soube a muito pouco. mas, mais do que disse o entrevistado, julgo a condução da mesma por parte do entrevistador, o qual deu a perceber que (i) ou foi feita com uma cartilha (o que não acredito), ou (ii) revelou total insensibilidade às verdadeiras questões que nos preocupam. »

.
agora, o que não deixa de ser assaz curioso é como, numa entrevista em que muito pouco foi dito, e a parte mais agressiva deveu-se ao ataque ao «dr. Fernando [Soares] Gomes da Silva», actual presidente da FPF, em repetições de factos recentes como são a escolha de jogos particulares tendo exclusivamente como fito o(s) cachet, a promoção internacional do actual presidente, ou o apoio à candidatura de Luís Figo sem auscultação dos Clubes da Liga (aqui, a páginas 11 e 12) , os panacas de sempre do jornalixo tuga (aqui e aqui), lá saíram a terreiro para, mais do que defender o «dr. Fernando [Soares] Gomes da Silva», contra-atacar o nosso querido líder.
são tão básicos (por que primários) na prossecução do seu anti-portismo e anti-pintismo, car@go!
(e assim se justifica a (cor)relação entre este texto e o cartoon ali em cima, que definitivamente (não) o embeleza e servirá para memória futura!)

.
disse!

.