not@s soltas deste final-de-semana [actualizado]…

silenceg© google
.

1)
.

de facto e em relação à actual política de Comunicação do Clube, pouco mais há a acrescentar às justas críticas dos caríssimos Jorge Vassalo (aqui) e dragão Vila Pouca (aqui).
já se sabe que é um tema recorrente, nesse “marabilhoso mundo que é a bluegosfera”®; mas, tendo em linha de conta os acontecimentos mais recentes, no comezinho futebol tuga (já lá vamos…), conviria que houvesse uma participação mais enérgica, mais afoita, mais incisivamente precisa do Clube nele, pois que é uma parte interessada (muito interessada, até) nesse processo.
e esclareça-se que aquela participação não passa por qualquer declaração mais acalorada do nosso querido líder, porquanto a sua idade já não o permite. e que deverá haver algo mais para lá da ‘newsletter‘ do Clube. e que conviria saber se há Vida no Porto Canal – e, já agora, que vida é que se pretende para o (suposto) canal do Clube, pois que duas horas de informação sobre o seu quotidiano é manifestamente muito pouco (para não escrever escassamente ridículo. ou ridiculamente escasso, que não pretendo ser muito agreste, nem acintoso na crítica).
.

2)
.

arruaceiros© FC Porto para sempre | ojogo
(clicar na imagem para ampliar)
.

depois de Madrid, parece que os «arruaceiros» ainda não aprenderam, voltando a evidenciar a sua “imagem de marca” longe do antro… porém e curiosamente (ou talvez não), esta é que tem sido a notícia do dia, numa atitude igualmente lamentável e que em nada dignifica quem a provocou, bem como à própria claque – e por mais comunicados que emitam os seus altos dignitários.
assim sendo e como é óbvio, não posso deixar de manifestar o meu mais veemente repúdio pelo «glorioso» ocultar, por parte do jornalixo tuga, de (mais) um acto praticado pelos ilegais afectos ao carnide. e, se dúvidas houver do que afirmo, desafio qualquer um de vós a encontrar uma única referência àquela situação na edição impressa do pravda do passado Sábado (aqui).
[repúdio esse que será extensível às chamadas de capa, do mesmíssimo jornalixo tuga, já nesta manhã de Segunda-feira, em relação ao que aconteceu com os quatro elementos dos SuperDragões… o que se confirma, inclusive nos generalistas…]

é também por este tipo de situações, de evidentes contradições dicotómicas, onde situações em tudo idênticas têm diferentes tratamentos (com o prejuízo sempre a recair em nós e nunca nos outros), que conviria que o Porto Canal deixasse de ser um torto espaço de informação (muitas vezes insossa) em relação ao nosso quotidiano – já para não mencionar a “urticária” que me causa por saber que, em determinados programas, são convidadas figuras que execravelmente manifestam um anti-portismo primário (por que básico, quase doentio), numa saloiice #semigual (porquanto o inverso não acontece connosco).
.

3)
.

.

Eu conheço-o! Eu sei muita coisa, atenção! Eu sei muita coisa do ano passado! Beeem!
.

estou mesmo muito curioso para saber se o que se pode “ler” neste vídeo aqui, e de uma forma bem perceptível, será (i) objecto de referência no relatório do apitador da partida em causa e se será (ii) destaque nas próximas edições do jornalixo tuga* (não precisa de ser já nas desta manhã de Segunda-feira, que ontem foi Domingo e tal…).

[* de facto, situação que se veio a confirmar e tomando como exemplo exemplar, a edição impressa do pravda da Travessa da Queimada, desta Segunda-feira (aqui), a qual não apresenta qualquer linha (que não das da #porta18) e por mais singela que seja, sobre o assunto. pode ser que Amanhã “tal&coiso”…]

é que, quer-me parecer, que o que se subentende, naquelas afirmações do «catedrático», pode ajudar a corroborar o que, em devido tempo, denunciou Julen Lopetegui, a propósito do «manto protector» (vulgo #colinho) – e para não afirmar que as mesmas evidenciam uma abjecta coacção sobre a equipa de arbitragem, punida com «sanção de derrota» e na sua forma tentada, ao abrigo do disposto no ponto 3., do art. 66º, do Regulamento Disciplinar da Liga.
.

4)
.

.

O aeroporto é complicado? Vão de barco!
O jogo é na Madeira. O FC Porto que tivesse previsto esta situação e realizado a viagem na Quarta-feira. Problema vosso. A vossa obrigação é estar no dia e hora marcada no local do jogo; depois sim, se faltarem condições adia-se o jogo. Não é meter um dedo pelo janela do hotel e dizer “ui está a chover, não quero jogar”.

Treino? Treinavam no barco. Mandavam bolas contra os mastros.
Problema vosso e só vosso. Está mau tempo?
Tivessem saído antes.
A logística é responsabilidade do clube. Então era fixe: marcava a viagem num Super Sónico, 1 hora antes do jogo; entretanto ele avariava e dava a desculpa “não podemos ir, o avião tem avaria”.

Tivessem saído antes! E ainda para mais sabiam perfeitamente que existiria essa probabilidade. É ler jornais, ou ir à net, e procurar pelo tempo na Madeira.
.

esta foi uma das imbecilidades (a mais ‘soft‘…) que me fizeram chegar, via e-mail.
portanto e a ver se percebi: o mau tempo estava previsto há mais de uma semana e todos os intervenientes no jogo o sabiam; o voo que transportava a comitiva azul-e-branca foi desviado para Porto Santo porque, entre outros factores meteorológicos, havia «ventos cruzados», e só quem nunca viajou de avião é que desconhece a sua perigosidade; o comprimento total, da única pista do aeroporto do Funchal, é de 2781 metros, enquanto a do Porto é de 3480 metros e a principal do da Portela é de 3805 metros, o que faz toda a diferença em condições climatéricas adversas; se é um facto que a distância entre aquelas ilhas do Arquipélago da Madeira se encontram a menos de trinta minutos de distância e de avião, também não é menos verdade que toda a logística inerente ocuparia, pelo menos, duas horas a ser tratada; a “encomenda” de apitador, designado pelo “cardeal”, «ficou retido» na Capital do Império, na véspera da mesma partida (ou seja: também não se precaveu…).
a todos estes factos, a solução encontrada, sob a forma de ordem: ide de barco! para lá de engenhoso, de facto lamenta-se que todos os clubes profissionais, do nosso comezinho futebol, ainda não tenham adoptado essa exemplar solução…
enfim… ridículo.
.

5)
.

é óbvio que o reconhecimento do Ruben Neves há muito que já extravasou as fronteiras deste “rectângulo à beira-mar (im)plantado”® – agora foi o Brasil a ter conhecimento da sua existência, numa atitude inédita e extra-reconhecimento sobre o CRtriste®. e, tal como assim, é (mais do que) óbvio que Fernando Santos, o actual seleccionador, também está atento – e como refere a edição impressa do pasquim do ‘quim oliveirinha (aqui).

já eu estarei (muito) atento sobre quem vai alinhar frente ao Luxemburgo, no dia 17 deste mês (e apesar da viagem curtinha), mas sobretudo sobre quem vai a Krasnodar (Rússia), a 14 do mesmo mês (numa viagem bem mais longa, cansativa e desgastante).
estou em crer que, tal como num passado (bem) recente, com João Moutinho, naquela ida ao Gabão, Ruben Neves irá (no mínimo) alinhar nos dois encontros de cariz particular… vai uma aposta?!

.
disse!
.

Anúncios

8 thoughts on “not@s soltas deste final-de-semana [actualizado]…

vocifera | comenta | sugere (registo necessário)

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s